segunda-feira, 18 de abril de 2016

Comissão Especial da Microcefalia visita instalações do Imip



A Comissão Especial de Acompanhamento aos Casos de Microcefalia visitou nesta segunda (18) o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip). Os parlamentares foram recebidos pela superintendente-geral do hospital, Tereza Campos, e por demais diretores da unidade.
 
De acordo com a presidente do colegiado, deputada Socorro Pimentel (PSL), o objetivo do encontro foi tomar conhecimento dos serviços oferecidos pelo Imip, saber a origem dos pacientes que procuram a instituição para atendimento relacionado à microcefalia, e verificar as principais dificuldades e demandas do instituto.
 
Durante o encontro, a equipe médica do Imip fez uma breve apresentação dos serviços de acompanhamento pré-natal, parto, apoio psicológico, oftalmologia e avaliação auditiva oferecidos no local e também do ambulatório especializado na área de microcefalia e do centro de reabilitação e estimulação precoce.
 
Segundo Tereza Campos, a principal demanda é a regularização e atualização do repasse da verba dos atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 
 
“O Imip é um hospital filantrópico, sem fins lucrativos e que opera exclusivamente pelo SUS. Para que nosso trabalho possa continuar a ser realizado da melhor forma, é imprescindível que o repasse seja efetivado pela Secretaria de Saúde”, disse. Segundo a gestora, o hospital recebe crianças da Região Metropolitana do Recife com microcefalia para tratamento multidisciplinar, e solicitações do Interior de Pernambuco para confirmação do diagnóstico. “É importante que a rede de atendimento nas cidades do Agreste estejam preparadas para acompanhar essas crianças. O Imip está sempre de portas abertas, mas não tem estrutura para fazer frente às demandas de todo o Estado”, afirmou.
 
Dados – Os casos de microcefalia em recém-nascidos relacionados ao zika vírus começaram a ser registrados em Pernambuco em agosto de 2015. Dados da Secretaria Estadual de Saúde registram, até o dia 9 de abril de 2016, 1.849 notificações da malformação, com 312 confirmações. Um distúrbio no desenvolvimento fetal do cérebro faz com que bebês apresentem circunferência craniana diminuída com consequente atraso motor, psíquico e intelectual.
 
Assim, as crianças vão necessitar de atendimento multidisciplinar e estimulação, entre outras intervenções, ao longo da vida.
 
A próxima ação da Comissão Especial de Acompanhamento aos Casos de Microcefalia será na próxima quarta (2), nas unidades de saúde do município de Ipojuca, no Litoral Sul. Os trabalhos do colegiado, que terminariam este mês, serão prorrogados até julho, quando um relatório será encaminhado ao Governo do Estado.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Comissão Especial discute situação de famílias de crianças com microcefalia


 
 
Para debater os principais obstáculos enfrentados pelas famílias dessas crianças no Estado, a Comissão Especial de Acompanhamento aos Casos de Microcefalia em Pernambuco realizou audiência pública, ontem (13), presidida pela deputada Socorro Pimentel (PSL), para colher relatos que vão subsidiar o relatório do colegiado.
 
Mãe de Guilherme, bebê com microcefalia, Germana Soares, que integra a União das Mães de Anjos (UMA), classificou como “humilhante” a situação a que são submetidas as famílias. “Nós realizamos os exames em nossas crianças, mas ficamos sem acesso aos laudos, que dão direito ao recebimento de remédios.
 
Não posso dizer para o meu filho esperar a boa vontade das pessoas, porque as convulsões não esperam e, enquanto isso, ele sofre”, lamentou. Ela também questionou o que levou Pernambuco a ser o Estado com maior número de casos notificados e confirmados de microcefalia.
 
Fundadora da Aliança das Mães e Famílias Raras (Amar) e mãe de Pedro Henrique, que tem a síndrome de Cri-Du-Chat, Pollyana Dias afirmou que a microcefalia sempre existiu. “Temos a situação de pessoas com outras deficiências – cerca de 27% da população do Estado, que também sentem a falta de políticas públicas”, completou.
 
Vice-presidente da Amar, Daniela Rorato fez um apelo ao Parlamento estadual em defesa da aprovação de uma lei que reconheça as mães dessas crianças como profissionais cuidadoras, atribuindo a elas remuneração.
 
“A maioria dessas mulheres é cuidadora 24 horas por dia, precisando ainda ser chefe de família. Estatísticas revelam que 70% das mães de filhos com deficiência são abandonadas pelos maridos”, argumentou.
 
Ao final da audiência, a presidente do colegiado, Socorro Pimentel (PSL), garantiu que a Comissão levará todas as demandas das famílias ao Governo do Estado por meio de relatório, e também dará um retorno à sociedade.
 
“Faremos isso para que a atuação desse colegiado não se resuma a palavras apenas. Para que se concretize em ações”, declarou.
 
Com a maioria dos casos concentrados na região Nordeste, o Ministério da Saúde já confirmou o nascimento de 1.113 bebês com microcefalia e/ou outras alterações do sistema nervoso no País.
 
Os dados integram o mais recente boletim epidemiológico – divulgado pelo órgão nessa terça (12) , que contabiliza os casos desde outubro do ano passado. Pernambuco permanece no topo do ranking, com 312 ocorrências confirmadas, em 95 municípios. Esse número representa 28% dos casos no Brasil.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 

quarta-feira, 13 de abril de 2016

COMO PODE UM RÉU POR CORRUPÇÃO DEFENIR AS REGRAS DE UM GOLPE? SÓ NO BRASIL MESMO!




Beneficiário de várias contas no exterior, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), marcou a votação do impeachment para o próximo domingo, dia 17, como se fosse uma partida de futebol. As discussões serão iniciadas às 8h55 de sexta-feira 15 e finalizadas domingo à noite, com a votação do relatório aprovado em comissão especial.
 
O deputado também definiu, em reunião com líderes de partidos nesta terça-feira 12, as regras da votação, que começará pelos estados do Sul, mais favoráveis ao golpe – o que poderia criar uma onda em favor da deposição da presidente Dilma Rousseff - e deixando por último os votantes do Nordeste e do Norte, em geral mais favoráveis a Dilma.
 
Caso Cunha consiga derrubar a presidente, golpeando também a democracia, ele se torna, na prática, o vice-presidente da República. Ou seja: na primeira viagem de Michel Temer ao exterior, Eduardo Cunha será presidente do Brasil.
 
 
 
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), definiu ontem (12), em reunião com o colégio de líderes, o rito de discussão e votação do pedido de abertura de processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff pelo plenário da Casa.
 
As discussões serão iniciadas às 8h55 da próxima sexta-feira (15) e finalizadas domingo (17) à noite, com a votação do parecer do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), favorável ao prosseguimento do processo de afastamento.
 
Eduardo Cunha ainda não divulgou como será a ordem de votação.
 
A base do governo defende a adoção do mesmo critério usado na votação do impeachment do presidente Fernando Collor, em 1992, que foi por ordem alfabética. Para os defensores do impeachment de Dilma, não há relevância no critério.
 
Nos bastidores, parlamentares da base aliada temem que Cunha adote a votação alternada por estados de diferentes regiões. Isso, segundo governistas ouvidos pela Agência Brasil, poderia provocar uma votação inicial grande a favor do impeachment, influenciando deputados indecisos.
 
Na sexta-feira, os trabalhos serão abertos com a fala dos autores da denúncia e a manifestação da defesa da presidenta Dilma Rousseff. Será concedido prazo de 25 minutos para ambas as partes. Depois disso, cada um dos 25 partidos com representação na Câmara e os líderes da maioria e da minoria terão uma hora para discussão. Esse tempo poderá ser dividido com até cinco parlamentares, independentemente do tamanho da bancada.
 
Pelo cronograma, serão necessárias, pelo menos, 28 horas para a discussão inicial. Com isso, a discussão iniciada na sexta poderá se prolongar até as 13h de sábado (16), ultrapassando o horário previsto por Cunha para início da sessão deste dia, 11h. Os trabalhos começam com a fala dos deputados que se inscreverem no dia anterior (de 9h às 11h) para discutir o relatório. No sábado, todos os líderes terão direito a falar por suas bancadas pelo tempo correspondente ao tamanho das bancadas.
 
A cada nova sessão, os líderes terão direito a usar da palavra conforme prevê o regimento da Casa. A intenção do presidente da Câmara é encerrar os debates no sábado. Cada um dos deputados inscritos terá direito a 3 minutos de fala. Se os 513 optarem por discursar, serão gastos 1.539 minutos, o equivalente a quase 26 horas.
 
Com início previsto para as 11h de sábado, se não houver interrupções, essa fase deverá durar até as 13h de domingo. Pelo cronograma definido hoje, no domingo, a sessão será iniciada às 14h, com a fala dos líderes partidários. Em seguida, os representantes dos partidos terão 10 segundos para fazer o encaminhamento e orientação da votação.
 
Fonte: 247
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 

terça-feira, 5 de abril de 2016

Socorro Pimentel cobra revitalização de açude em Ouricuri



A deputada Socorro Pimentel (PSL) fez um apelo, durante a Reunião Plenária desta terça (05), na Assembleia Legislativa, para que Governo do Estado, o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) realizem a revitalização do açude Engenheiro Camacho, popularmente conhecido como Açude do Tamboril.
 
O reservatório se localiza na zona rural de Ouricuri, no Sertão do Araripe.
 
Socorro registrou sua participação, na última sexta (1º), em uma audiência pública no local para discutir a situação do açude. Com capacidade para armazenar 27 milhões de m³ de água, ele abastecia aproximadamente 1.500 famílias, que dependiam do equipamento para a agricultura e geração de renda. Entretanto, a última vez que atingiu sua capacidade máxima foi em 2004.
 
“Atualmente o açude está seco e os moradores buscam apoio para que seja feita a sua limpeza. Estou comprometida em buscar ajuda para solucionarmos de vez esse problema, que aflige os agricultores que dependem dessa água para o plantio”, disse Socorro, que destinou uma emenda parlamentar no valor de R$ 100 mil para auxiliar na revitalização do reservatório.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 

MAIS UMA GRANDE LIDERANÇA POLÍTICA DEIXA O GRUPO DE ALEXANDRE ARRAES




Dessa vez foi o conceituado biomédico e uma das grandes lideranças políticas do nosso município Dr. Dácio Duarte, que deixou o grupo do prefeito chupando dedo.
 
Dr. Dácio é presidente do Partido Verde em Araripina, e resolveu tornar público o seu afastamento em caráter irrevogável do grupo de Alexandre Arraes.
 
Dácio falou para nossa redação que decidiu buscar novos rumos na política de Araripina, e que ele vai procurar um grupo que desse atenção as suas propostas e ao plano que o Partido Verde tem para Araripina.
 
É, pelo visto o grupo do prefeito tá se esfacelando muito rápido.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 

LAGARTA DE FOGO



Lagarta de Fogo
 
2016 é ano de eleições em todo país, mais uma vez vamos ter a oportunidade de escolher o nosso candidato para governar Araripina.
 
A prefeitura de Araripina, "Desgovernada" desde início de 2013 pelo grupo político de Alexandre Arraes (PSB) "sem contar os 6 meses que ele ficou como prefeito depois do golpe"
 
Araripina se encontra quebrada, falida, embora o prefeito insista em transferir culpas de sua péssima gestão.
 
Difícil imaginar uma prefeitura quebrada em uma cidade que possui uma população estimada em mais de100 mil Habitantes, tem o vigésimo oitavo maior produto interno bruto do estado de Pernambuco.
 
Com um orçamento, aprovado pela câmara de vereadores, no valor de R$ 143.007.158,16 milhões de reais, para o ano de 2016.
 
É um exercício complicado compreender como um administrador pode ser tão ruim e maléfico à cidade para conseguir falir uma prefeitura com orçamento tão grande.
 
O que então terá acontecido com o prefeito que dizia que os Araripinenses poderiam confiar nele e que tinha tudo guardado em sua prodigiosa cabeça? (não estou falando do tamanho de sua cabeça)
 
O que aconteceu ao “sereníssimo”?
 
A parentada cresceu geometricamente, além do que era esperado?
 
O que faltou para ele governar bem a nossa cidade?
 
Alexandre Arraes tinha todo apoio do seu "parente" Eduardo Campos para governar Araripina da melhor forma, e porque não fez?
 
Enfim, no “frigir dos ovos”, quem se ferrou pra valer foi à população de Araripina que acreditou em Alexandre Arraes.
 
Alexandre Arraes vai deixar a cidade quebrada e uma herança maldita para o próximo governante que terá que fazer “das tripas coração” para colocar a cidade em dia.
 
Alexandre Arraes tá igual a Lagarta de Fogo, quem se encostar nele vai se queimar.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 

quinta-feira, 31 de março de 2016

Socorro Pimentel registra o Dia Mundial de Conscientização do Autismo




O Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado no dia 2 de abril, foi tema do pronunciamento da deputada Socorro Pimentel (PSL), na Reunião Plenária dessa quarta-feira (30), na Assembleia Legislativa.
 
A data foi decretada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2008, como forma de pedir mais atenção ao transtorno do espectro autista. Na tribuna, a parlamentar alegou que é preciso desfazer o mito sobre o problema, que, atualmente, afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.
 
Mais comum em crianças, a ocorrência do transtorno, segundo Socorro, é maior do que a soma dos casos de AIDS, câncer e diabetes juntos. No Brasil, estima-se que haja dois milhões de autistas, mais da metade ainda sem diagnóstico. “O autismo é mais comum do que se pensa e, por isso, chega a ser uma questão de saúde pública. Devemos reconhecer a necessidade de atenção especial”, disse.
 
De acordo com a deputada, a Lei Federal nº 12.764/2012, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, já garante assistência especial àqueles que sofrem do problema, “mas, apesar disso, ainda é necessário alertar as autoridades”. “É preciso chamar a atenção dos governantes sobre a importância de se criar mais políticas públicas para cuidar dessas pessoas”, salientou Socorro.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.
 
 

quarta-feira, 30 de março de 2016

Socorro Pimentel defende retomada de programa de inclusão sociodigital no Estado




A extinção do “Programa Pernambucano de Inclusão Sociodigital – Conexão Cidadã” foi lamentada pela deputada Socorro Pimentel (PSL), em discurso na Assembleia Legislativa, ontem (29).
 
A parlamentar propôs à Mesa Diretora da Casa que envie ofício ao Governo do Estado, solicitando a retomada dessa política, que tem o objetivo de ampliar a cobertura e a oferta dos serviços de internet em Pernambuco.
 
Prevista no Decreto nº 39.128/2013, a iniciativa concedeu crédito presumido de ICMS para empresas de telecomunicações implantarem infraestrutura de comunicação em banda larga e de telefonia móvel 3G, em localidades que não contavam com esses serviços.
 
No entanto, a parlamentar lembrou que, apesar da extinção do prazo de validade do decreto, ainda existem municípios que precisam ser contemplados pela medida.
 
“É preciso que o Governo do Estado viabilize meios para se concederem novos créditos presumidos a operadoras que tenham interesse em seguir com o programa”, defendeu Socorro Pimentel.

Blog Araripina Fatos em Fotos

 

terça-feira, 22 de março de 2016

Socorro Pimentel critica atrasos nas bolsas do Proupe em Pernambuco




Durante a Reunião Plenária desta terça-feira (22), na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Socorro Pimentel (PSL) fez queixas relacionadas ao Programa Universidade para Todos em Pernambuco (Proupe).
 
Socorro deu voz às demandas das autarquias municipais de ensino superior, as quais solicitam que o Governo do Estado regularize o pagamento das bolsas e garanta a publicação de novos editais de seleção.
 
No pronunciamento, a parlamentar fez referência à Lei Estadual nº 14.430/2011, de autoria do ex-deputado Raimundo Pimentel, que institui o Proupe, e estaria sendo descumprida. “Esse incentivo é de extrema importância para a melhoria da formação de professores para a rede estadual, principalmente no Interior, e também para garantir o acesso à educação a alunos carentes das 13 autarquias”, observou.
 
Socorro citou como exemplo o caso da Autarquia Educacional do Araripe (Aeda), que apresentou queda de 997 bolsistas em 2015 para 756 neste ano. “Além disso, os inúmeros atrasos nos repasses vêm causando transtornos financeiros para as instituições, que possuem receita extremamente comprometida”, afirmou.
 
Blog Araripina Fatos em Fotos.