terça-feira, 22 de julho de 2014

Grande caminhada marca passagem de Armando por Jaboatão



Grande caminhada marca passagem de Armando por Jaboatão

O populoso bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, segundo maior colégio eleitoral de Pernambuco, recebeu de braços abertos o candidato a governador Armando Monteiro (PTB), na tarde desta terça-feira (22). Acompanhado dos companheiros de chapa da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, o vice Paulo Rubem Santiago (PDT) e o senador João Paulo (PT), Armando caminhou por cerca de dois quilômetros pelas principais ruas, sendo aplaudido pela população diversas vezes.

A caminhada começou na Estrada da Batalha, seguiu pela Avenida Barreto de Meneses e terminou na Rua Santa Elias. Cerca de 500 pessoas participaram do evento, que contou com a presença de militantes, lideranças políticas locais e candidatos.

Um dos momentos mais animados da caminhada foi quando Armando entrou no Mercado das Mangueiras. O candidato a governador ouviu palavras de incentivo dos comerciantes. Como Hélio Lima, 57 anos. "A candidatura de Armando é muito boa para Jaboatão. Aqui está faltando muita coisa aqui. Não tem quem ganhe essa eleição", afirmou Lima, nascido e criado em Prazeres.

Muita gente também fez questão de lembrar das iniciativas de Armando à frente só Senai, quando ele presidiu a Fiepe e a CNI. "Meu filho fez curso de edificações no Senai. Hoje ele é professor de lá. A vida dele mudou depois disso. E foi Armando quem fez tudo isso", disse a dona de casa Viviane Santiago, 41.

Em rápido discurso ao fim do percurso, Armando falou da importância de Jaboatão e lembrou dos testemunhos que ouviu durante a caminhada. "Ampliamos a oferta de cursos profissionalizantes e de qualificação quando estivemos à frente do Senai. Fico honrado em ter esse reconhecimento das pessoas de Jaboatão", destacou o candidato ao governo, salientando ainda que pretende reforçar o papel dos consórcios metropolitanos nas áreas de transporte coletivo e infraestrutura urbana.

O Brasil mudou e quer uma campanha limpa, afirma Armando Monteiro‏



O Brasil mudou e quer uma campanha limpa, afirma Armando Monteiro

Nas ruas e nas redes, população adere à #campanhalimpa lançada pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe

O Brasil mudou. Em todas as regiões, o País clama por uma campanha limpa. E em Pernambuco esse desejo não é diferente. Esse pleito, potencializado com as manifestações populares do ano passado, cobra um novo jeito de se fazer política. Mais limpa, menos poluída e respeitando os cidadãos nas ruas e nas calçadas. A ideia lançada por Armando Monteiro (PTB) e João Paulo, candidatos a governador e a senador pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, de retirar do Recife e da Região Metropolitana os cavaletes e bandeiras com bases fixas vem ganhando força nas ruas e nas redes sociais. O apoio pode ser medido nos números.

Desde o anúncio feito por Armando Monteiro, nesta segunda-feira (21), a iniciativa ganhou a simpatia de quase 3 mil pessoas, que se manifestaram nas redes sociais. O apoio também pode ser demonstrado pelo volume de compartilhamentos de mensagens que externam a ideia da campanha limpa nas redes sociais. Em menos de 24 horas, mais de 600 pessoas multiplicaram o conteúdo no Facebook, a partir da fanpage oficial de Armando.

Em respeito à população, incomodada com excesso do material publicitário nas ruas do Recife e da Região Metropolitana, os candidatos Armando Monteiro (governador), Paulo Rubem (vice) e João Paulo (senador) lançaram a iniciativa da campanha limpa que, além de remover os cavaletes e as bandeiras com bases fixas, também limita o uso de carros de som durante a semana. A ideia estabelece um novo padrão de comunicação na campanha eleitoral.

"Queremos manter nosso compromisso de fazer uma campanha limpa, de ideias, sem golpes baixos, como os pernambucanos querem e exigem", afirmou Armando. "A cidadania vai mudando. O cidadão vai se tornando mais exigente. As manifestações nos apontam esse caminho e os políticos têm que mudar também. Eles precisam compreender que a gente precisa respeitar as pessoas e, por isso, achamos que esse seria um bom momento de expressar isso", acrescentou.

COMEÇOU A BAGUNÇA !!!


Agora só falta o poder público mandar retirar esses lixos de cima das calçadas, isso é abuso de poder.
"Eles" acham que pode tudo, que mandam em tudo, que são donos de tudo.

Sr. Juiz da comarca de Araripina, gostaria de saber se isso é permitido:



Além dos cavaletes e das bandeiras em cima do passeio, observem que a KOMBI e a MOTO estão estacionados em cima da calçada.

Pacto pela Vida precisa ser aperfeiçoado, defende Armando‏



Pacto pela Vida precisa ser aperfeiçoado, defende Armando

Com o objetivo de debelar os crescentes índices de violência no Estado, Armando Monteiro (PTB), candidato a governador da Coligação Pernambuco Vai Mais Longe, vai aperfeiçoar o Pacto pela Vida, programa de segurança pública implantada em 2007. Armando se comprometeu a institucionalizar o Pacto, tornando-o uma política de Estado e não apenas de um governo. O petebista prevê ajustes na gestão do programa, com melhor distribuição dos efetivos das polícias Civil, Militar e Científica, incentivos salariais por desempenho, estruturação nas carreiras profissionais, entre outras medidas para o setor.

"O Pacto pela Vida foi uma experiência exitosa. O arranjo deve ser mantido e institucionalizado como política de Estado. Na gestão da segurança pública há ajustes que precisam ser feitos. Pernambuco ainda tem problemas sérios. Os efetivos, além de serem mal distribuídos, há déficits em alguns locais, como no Sertão do Araripe", argumentou Armando Monteiro, em entrevista à Rádio Olinda, na manhã desta terça-feira (22), citando que na região há cerca de 20 policiais por cada turno para cobrir toda a região.

Armando Monteiro apontou ainda que Pernambuco amarga índice de 36 homicídios para cada 100 mil habitantes, quando a média nacional é de 24 por 100 mil. "Temos quase 50% de homicídios acima da média do País", destacou o candidato a governador. O candidato lembrou que há um recrudescimento em algumas áreas no Estado nos crimes contra o patrimônio, que envolve roubos, sequestros e assaltos.

SISTEMA CARCERÁRIO - Como forma de solucionar a crise no sistema carcerário de Pernambuco, Armando Monteiro garantiu que vai construir novos presídios no Estado através de Parcerias Público-Privadas (PPP). O candidato também informou que vai requalificar as unidades já existentes, que funcionam em condições precárias atualmente.

"A população carcerária em Pernambuco é relativamente pequena. Precisamos ampliar o sistema e o caminho é através da PPP, onde devemos reformar e requalificar algumas unidades que estão em precárias condições hoje", admitiu.

Armando Monteiro: "Um bom governo começa com uma campanha limpa"‏



Armando Monteiro: "Um bom governo começa com uma campanha limpa"

Em respeito aos cidadãos que estão cada vez mais incomodados com o excesso do material de campanha que tem tomado as ruas do Recife e Região Metropolitana, os candidatos da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (governador), Paulo Rubem (vice) e João Paulo (senador) decidiram retirar todas as peças publicitárias em cavaletes e em bandeiras com bases fixas na RMR.

A campanha de Armando e João Paulo também vai limitar o uso de carros de som durante a semana. Os candidatos buscam estabelecer um novo padrão de comunicação na campanha eleitoral, priorizando a apresentação de propostas em contraponto ao grande volume de material exposto nas ruas, que geram poluição visual e sonora, além de transtornos à mobilidade. A decisão está em consonância com o desejo de uma campanha limpa no Estado.

A decisão foi anunciada por Armando, Paulo Rubem e João Paulo nesta segunda-feira (21). "Um bom governo começa com uma campanha limpa", assinalou Armando. Na semana passada, a coligação Pernambuco Vai Mais Longe propôs um acordo com a Frente Popular, do candidato Paulo Câmara (PSB), para respeitar as pessoas, mudando o material publicitário no Recife e na Região Metropolitana. Porém, a sugestão foi rejeitada veementemente pelo socialista e seus aliados.

Agora, no lugar dos cavaletes e bandeiras com bases fixas, a chapa de Armando e João Paulo vai utilizar meios com mais mobilidade, plasticidade e criatividade, de modo a interferir menos no cotidiano das pessoas. O novo material vai ganhar as ruas nos próximos dias. Quanto aos carros de som, a coligação vai limitar o uso da propaganda das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, e nos fins de semana, das 10h às 17h. A legislação atual permite a circulação de carro de som das 7h às 22h. A medida vai reduzir a execução do material sonoro em 41 horas semanais, gerando mais conforto à população. Os carros também circularão com um volume abaixo do já estabelecido pela legislação eleitoral. 

"De forma unilateral, estamos assumindo essa decisão de sairmos das calçadas na Região Metropolitana e vamos passar a utilizar um novo padrão de publicidade, com a utilização de meios muito mais corretos do ponto de vista do respeito à cidadania, com fórmulas criativas, mais mobilidade e com uma publicidade que vai além do padrão convencional para comunicar o conteúdo de propostas da coligação", detalhou Armando Monteiro. O material já foi retirado das ruas.

Para João Paulo, a decisão estratégica é um marco significativo nas campanhas eleitorais e vai ser uma referência nacional a partir de agora. "Esta decisão passa a ser um novo patamar para a comunicação política, principalmente nos grandes centros do Brasil. É uma atitude corajosa, de quem aposta no novo e, acima de tudo, está em consonância com a sensibilidade da nossa população", refletiu o candidato a senador.

Paulo Rubem, candidato a vice, lembrou que o conteúdo do novo material publicitário vai estar conectado com os levantamentos realizados durante as plenárias do projeto Pernambuco 14. O programa mobilizou mais de 26 mil pessoas e coletou mais de 5 mil propostas, em 14 reuniões em todas as regiões do Estado. "Queremos intensificar a comunicação em função do conteúdo e das propostas de campanha. Com esse conteúdo, vamos ocupar as ruas mostrando as propostas, de forma mais plástica, móvel", enalteceu o pedetista.




Vereadores de Pesqueira garantem apoio a Armando e João Paulo




Vereadores de Pesqueira garantem apoio a Armando e João Paulo
No mesmo dia em que recebeu o apoio de 20 vereadores das cidades de Jaboatão dos Guararapes, Escada, Joaquim Nabuco e Palmares, o candidato ao governo Armando Monteiro reforçou seu palanque no Agreste. Nesta segunda-feira (21), oito representantes da população de Pesqueira confirmaram que estão com Armando Monteiro, Paulo Rubem (vice) e João Paulo (PT) ao Senado.

Os oito vereadores são maioria na Casa Anísio Galvão, como é denominada a sede do Legislativo de Pesqueira. Os parlamentares que firmaram a aliança com Armando são: Sil (PT), Severino Índio (PT), Wagner Cordeiro (PV), Lenivaldo Soares (DEM), João Galindo (PSD), Naldo Paes (PCdoB), Biá (PSC) e Paulinho Marchante (Pros).

Armando já tinha participado, na noite de 27 de junho, de uma reunião com os vereadores, em Pesqueira. Na ocasião, o petebista falou sobre a importância de reposicionar Pesqueira no cenário econômico pernambucano.

"Infelizmente, Pesqueira perdeu o dinamismo que a marcou. Temos o desafio de reinserir a cidade no cenário econômico", destacou Armando, reforçando a estratégia de investimento em educação e infraestrutura hídrica e de rodovias para alavancas a interiorização do desenvolvimento.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

VEJAM O VÍDEO, VEREADOR AURISMAR PINHO DECLARA SEUS VOTOS.


 
 

ESSE É O JEITO DO PSB GOVERNAR ARARIPINA



PREFEITURA DE ARARIPINA NÃO PAGA CALÇAMENTO NO DISTRITO DE NASCENTE


É desse jeito que o PSB sabe governar?


 
 
 

DAQUI A POUCO VEJAM O VÍDEO DA ENTREVISTA - VEREADOR AURISMAR PINHO DECLARA SEUS VOTOS.

E X C L U S V O !!!

Daqui a pouco vejam o vídeo da entrevista com o vereador Aurismar Pinho.

Vereador Aurismar declara seus votos numa entrevista EXCLUSIVA, ao Blog Araripina Fatos em Fotos.

Fim do suspense Gilvan Sirino e Eliane Soares em grupos opostos



Matéria do Blog Santa Cruz 24hs.

Mais uma pagina esta sendo escrita na história política da pequena Santa Cruz no Sertão do Araripe, o rompimento do prefeito Gilvan Sirino com a ex prefeita Eliane Soares já é um dos assuntos bastante comentados na região, a união que por pouco mais de oito anos sempre manteve um grupo sólido focado no desenvolvimento da cidade, a meses, boatos vinham dando sinais de que os bons tempos iram ficar apenas nas lembranças e em álbuns de fotografias.
Atualmente o que se ver é uma grande divisão partidária, apoios a deputados e alianças que confundem diretamente o eleitor que já estava acostumado com outra realidade. O grupo do prefeito Gilvan Sirino (PR) optou por apoiar a candidata a estadual Socorro Pimentel e Silvio Costa para federal, com o gestor sete vereadores (Zé Neildo, José Ion, Clemildo, Maria Solidade, Telvando, Ednarte e José Jaesio) mantém o compromisso, bem como seus atuais secretários. Confiante, Gilvan está tranquilo com o seu governo onde considera uma gestão democrática. 
Dos oito vereadores que formam a bancada da situação apenas o vereador Luciano Nunes (PSB) manteve o apoio ao grupo da ex prefeita Eliane Soares (PR), fontes ligada ao Blog Santa Cruz 24H confirmam que Eliane não vinha tendo espaço no grupo para ajudar o povo, mas relatou que o objetivo da mesma é de lutar por melhorias para o município.
Confirmado desde maio seu apoio ao candidato a deputado estadual Lucas Ramos (PSB) deve sair ainda esta semana o nome do federal a receber o apoio tanto esperado pela impressa e correligionários, a fonte relatou que Eliane não tomará nenhuma decisão sem antes ouvir seu padrinho político o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) a quem tem grande respeito e admiração pelos serviços prestados a Santa Cruz.
Por Gerisvan Tavares

Blog Santa Cruz 24H
 
 

sábado, 19 de julho de 2014

Juventude do PDT se engaja na campanha de Armando e João‏



Juventude do PDT se engaja na campanha de Armando e João  
Entusiasmo e descontração foram as palavras de ordem na tarde deste sábado (19), quando o candidato da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), se encontrou com a juventude do PDT, partido que integra a chapa majoritária com Paulo Rubem Santiago na vice. O evento, que aconteceu na sede do Diretório Estadual do PDT, no Recife, reuniu também lideranças de várias agremiações e também integrantes das alas jovens de outros partidos, como o PT do candidato a senador João Paulo.

Os integrantes da majoritária convocaram os jovens para aumentarem a presença nas ruas. Paulo Rubem foi o primeiro a instar a juventude pedetista a esquecer as pesquisas de opinião que mostram Armando em primeiro lugar absoluto nas intenções de voto. "Vamos fazer de conta que o jogo está emparelhado. Vamos arregaçar as mangas e defender o nosso projeto", disse o vice de Armando, que foi citado pelo candidato a governador. "Como bem disse Paulo Rubem, vamos esquecer essa pesquisa", afirmou o senador licenciado, remetendo à sondagem do Instituto Opinião, divulgada pelo Blog do Magno, que mostra o petebista com 40,5% e Paulo Câmara, do PSB, com 8,4%.

Armando fez questão de salientar a identidade ideológica da coligação. "São partidos com uma história em comum, a do trabalhismo. São partidos cujas trajetórias, assim como as dos candidatos majoritários, se entrelaçam e se completam", destacou, após elencar figuras históricas do trabalhismo como Leonel Brizola, Francisco Julião, Darcy Ribeiro e Armando Monteiro Filho, pai do candidato a governador, que voltou ao PDT no mês passado.

"Nós queríamos o PDT na nossa vice. Muitos me disseram para desistir, mas insistimos", acrescentou Armando, lembrando a determinação da Executiva Nacional do PDT de se alinhar ao projeto da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). "É importante dizer que estamos abertos a acolher todos. Muitos devem estar refletindo agora sobre isso", reforçou o candidato.
 
 

Mata Norte: Armando aponta alternativas de emprego para a região‏



Armando aponta alternativas de empregos para a Mata Norte  
Timbaúba – Em giro neste sábado (19) pela Zona da Mata Norte, o candidato a governador da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), defendeu ontem a recuperação econômica da região. Em entrevista à Rádio Princesa Serrana, em Timbaúba, Armando falou sobre a necessidade de mais investimentos industriais e em infraestrutura para viabilizar alternativas de geração de emprego e renda. Ele também defendeu estímulos à recuperação de setores tradicionais da economia, como o sucroalcooleiro.

Acompanhado do senador Humberto Costa (PT), do prefeito de Nazaré da Mata, Nado Coutinho (PTB), de candidatos a deputado e lideranças da região, Armando visitou as feiras livres de Timbaúba e da vizinha Macaparana.

Líder de todas as pesquisas de opinião, com ampla vantagem sobre o adversário, Armando disse na rádio que a Mata Norte precisa ser integrada aos polos automotivo e farmacoquímico de Goiana, sobretudo por meio de investimentos em infraestrutura e qualificação profissional. "Há novas oportunidades surgindo e os empregos devem ir para quem é filho de Pernambuco", acrescentou.

Armando lembrou também que, embora esteja em declínio, a atividade sucroalcooleira ainda emprega muitos pernambucanos e necessita de incentivos para se sustentar. "Aqui em Timbaúba, tivemos o encerramento da Usina Cruangi, que empregava muita gente. Precisamos de ações que sustentem o nível de emprego na região", afirmou o senador licenciado.

FEIRAS - Armando caminhou no início da manhã pelas ruas do Centro de Timbaúba. Ele foi saudado pelos timbaubenses como o futuro governador de Pernambuco, tendo sido muito assediado para fotos e cumprimentos.

Em Macaparana, ciceroneado pelo ex-prefeito Valdeciírio Cavalcanti (DEM), Armando também visitou a feira, tendo recepção similar à dos timbaubenses. O candidato, junto com Humberto, caminhou por entre os bancos de feira e também conversou com os comediantes do mercado público.

Além disso, Armando conferiu de perto o trabalho dos 30 integrantes da Cooperativa dos Trabalhadores em Confecções de Macaparana, fundada há 17 anos. Outra visita feita por Armando aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores Rurais.
 
 

Armando lidera nova pesquisa com 40,5% de intenção de voto‏


Na disputa ao Senado, João Paulo também parte na dianteira, com 35,1%, contra 14,6% de FBC
Liderando todas as pesquisas de intenções de voto durante a pré-campanha, Armando Monteiro (PTB), candidato a governador pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, consolida sua posição de destaque junto ao eleitorado do Estado. De acordo com a pesquisa do Instituto Opinião divulgada nesta sexta-feira (18), Armando está na dianteira com 40,5% da preferência dos pernambucanos.

Cinco meses depois de ter sido escolhido candidato, Paulo Câmara (PSB) continua com apenas 8,4%, um pouco à frente de Zé Gomes (PSOL), que tem 2,5%; Jair Pedro (PSTU), com 1,6%; Miguel Anacleto (PCB), com 1,1%; e Pantaleão (PCO), 0,9%. Brancos e nulos somam 17,3%, enquanto 27,7% disseram que estão indecisos. A margem de erro da pesquisa, que foi contratada e divulgada pelo Blog de Magno Martins, é de 2,2 pontos percentuais para mais ou menos.

A pesquisa mostra que Armando Monteiro lidera com folga em todas as regiões do Estado, sendo seu maior percentual no Agreste, que é o segundo colégio eleitoral do Estado. Veja os números regionais

Região Metropolitana

Armando Monteiro – 36%
Paulo Câmara – 8,5%

Agreste

Armando Monteiro – 47,6%
Paulo Câmara – 7,1%

Zona da Mata

Armando Monteiro – 47,6%
Paulo Câmara – 7,1%

Sertão

Armando Monteiro – 44,2%
Paulo Câmara – 13,3%

Sertão do São Francisco

Armando Monteiro – 31,3%
Paulo Câmara – 10,4%

JOÃO PAULO NA FRENTE - Na corrida ao Senado, o deputado João Paulo (PT), que integra a chapa de Armando, aparece na liderança com 35,1% das intenções de voto, seguido do candidato da Frente Popular, Fernando Bezerra (PSB), que tem 14,6%.

Na Região Metropolitana do Recife, que concentra mais de 42% do eleitorado de Pernambuco, João Paulo desponta com 48,4% contra 9,5% de Fernando. No Agreste, João tem 26,2% contra 10,1% de Fernando. Na Zona da Mata, o placar é de 37,6% contra 9,1%. No São Francisco, Fernando aparece com 54,5%, contra 10,4% de João Paulo. No resto do Sertão, 26,5% contra 16,8%.

A pesquisa aplicou mil questionários, entre os dias 9 a 12 deste mês, em 80 municípios do Estado, de todas as regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra feita em todas as regiões do Estado.

No Senado, Armando fez 15 propostas, relatou 194 matérias e foi destaque nacional‏



Senador eleito com a maior votação da história do Estado, com 3.142.930 milhões de votos em 2010, Armando Monteiro (PTB), candidato ao governo de Pernambuco, licencia-se do Senado nesta sexta-feira (18), cedendo lugar ao seu suplente, Douglas Cintra (PTB), o primeiro senador da história de Caruaru. Nos três primeiros anos na Casa Alta, Armando defendeu uma agenda positiva de desenvolvimento econômico e social para o Brasil e, em especial, para Pernambuco. No período, o petebista apresentou 15 proposições legislativas e relatou 194 matérias em diversas comissões e subcomissões que integrou no Senado.

Em reconhecimento a esse trabalho, Armando integrou listas como a dos "Cabeças do Congresso", produzida pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), entidade mantida por mil sindicatos de trabalhadores. Ao longo desse período, o petebista recebeu indicações e prêmio do Congresso em Foco, que consultou mais de 160 jornalistas especializados na cobertura do Congresso Nacional e o elegeram um dos melhores parlamentares do País.

Armando também foi eleito o único "Senador Nota 10 do Brasil" pela revista Veja, em 2013, a partir de um estudo realizado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Ele foi apontado como o senador que mais contribuiu para um “país moderno e competitivo”.

O empenho de Armando Monteiro no mandato parlamentar possibilitou elaborar projetos importantes em prol do desenvolvimento do Brasil, sobretudo de Pernambuco. Foram duas Propostas de Emendas à Constituição (PECs) e 13 projetos de Lei (PLs) nesses mais de três anos de Senado. Entre as propostas, está a PEC 60/2013, que dá imunidade tributária aos serviços de abastecimento de água e de esgoto sanitário; o PLS 476/2013, que propõe mudanças no Simples Nacional para atenuar a carga tributária incidente sobre os pequenos empreendedores; e o PLS 227/2012, que institui o Boletim de Ocorrência Único, desburocratizando as atividades de combate à violência.

Em paralelo, Armando Monteiro relatou 194 propostas, sendo 137 projetos de Lei do Senado, 20 PECs, 20 projetos de Lei da Câmara dos Deputados, entre outras proposições. De 2011 para 2014, o petebista faz parte de 40 comissões e subcomissões fixas e temporárias do Senado, sendo titular da de Constituição, Justiça e Cidadania, o principal colegiado da Casa Alta.

OLHAR PARA PERNAMBUCO - A agenda de realizações de Armando Monteiro no Senado também foi pautada por uma série de contribuições em prol dos pernambucanos. Além dos projetos que ganharam caráter nacional, o mandato do petebista teve forte atuação voltada para o desenvolvimento social e econômico equilibrado do Estado. A preocupação com o crescimento de Pernambuco é tamanha que, de 2011 para cá, Armando visitou cerca de 170 dos 184 municípios pernambucanos, conferindo de perto as necessidades da população.

No tocante à infraestrutura, por exemplo, Armando garantiu, por meio de articulações com o governo federal, a manutenção de diversos trechos da BR-423, como o que liga Garanhuns a Águas Belas, no Agreste, numa extensão de 100 Km, e o que leva Petrolândia a Floresta, conhecido como a Reta do Mirim. No que se refere à preservação dos recursos hídricos, Armando promoveu uma ampla articulação com a Codevasf e prefeitos do Sertão do Araripe para que a região não deixe de ser contemplada no projeto do Canal do Sertão, que vai levar água do Rio São Francisco para vários municípios pernambucanos e até para cidades da Paraíba.

A articulação de Armando Monteiro com os órgãos do governo federal também garantiu recursos para investimentos em obras prioritárias para os municípios do Estado. A partir de sua ação parlamentar, cidades pernambucanas contabilizam R$ 130 milhões, entre recursos federais empenhados e liberados, para a execução de ações de infraestrutura, saúde, educação, saneamento básico, entre outros. No Senado, Armando contribuiu para que Pernambuco pudesse obter empréstimos de entidades de financiamento internacional. Em dezembro do ano passado, por exemplo, o Senado aprovou em regime de urgência um financiamento externo no valor de US$ 400 milhões (quase R$ 1 bilhão) para o governo de Pernambuco.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Prefeito de Parnamirim reafirma apoio à candidatura de Socorro Pimentel




Prefeito de Parnamirim reafirma apoio à candidatura de Socorro Pimentel

O prefeito de Parnamirim, Nininho (PSD), reafirmou na noite desta quarta-feira (16), o apoio do seu grupo político à candidatura de Socorro Pimentel a deputada estadual.
Socorro Pimentel e o seu esposo, atual deputado Raimundo Pimentel, participaram da abertura dos festejos religiosos de Nossa Senhora Sant’Ana, padroeira do município.
Após a missa o prefeito reuniu na sua residência vereadores, lideranças políticas e amigos, e declarou novamente que apoia Socorro Pimentel porque acredita na sua determinação em defender o povo sertanejo na Assembleia Legislativa.
Matéria e foto de: Ébano Nunes.
 

terça-feira, 15 de julho de 2014

Armando defende projeto que prevê direitos e garantias do contribuinte‏



Armando defende projeto que prevê direitos e garantias do contribuinte
O senador Armando Monteiro (PTB), para garantir limites mais claros na fiscalização de tributos da União, estados e municípios, defende projeto de lei que estabelece direitos, deveres e garantias dos contribuintes. O projeto de lei (PLS 298/2011 – Complementar) com a relatoria do senador já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e tramita na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Dividido em seis capítulos, o texto equilibra a relação entre o fisco e o contribuinte, inova no uso de dispositivos que impõem, por exemplo, restrições às condutas praticadas pelos agentes fiscais e proíbem o uso de meios administrativos de cobrança que comprometam as atividades econômicas do contribuinte para forçar o recolhimento de tributo.

O projeto também garante outros direitos aos contribuintes como o amplo acesso às informações, a possibilidade de apresentar alegações em prazo determinado, a obtenção de certidão negativa de débito, ainda que o crédito tributário tenha sido extinto por causa de diversos pagamentos, a utilização de benefícios e incentivos fiscais na hipótese de existência de crédito com exigibilidade suspensa e a imposição de limites na utilização de técnicas presuntivas pela autoridade fazendária.

Com ajuda de Armando, Caixa fecha patrocínio com o Sport Club do Recife‏



Com ajuda de Armando, Caixa fecha patrocínio com o Sport Club do Recife
O candidato a governador pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), participou da assinatura do contrato entre o Sport Club do Recife e a Caixa Econômica Federal, que vai patrocinar o futebol da equipe rubro-negra por um ano. O patrocínio foi fruto dos esforços conjuntos de Armando e de seu colega no Senado, Humberto Costa (PT).

O contrato de R$ 6 milhões por um ano de patrocínio foi classificado pelo presidente do Sport, João Humberto Martorelli, como essencial no "resgate da cidadania do clube". Martorelli fez questão de citar Armando e Humberto e agradeceu aos dois senadores pelo empenho.  "Armando foi conosco à Caixa e acompanhou todo o processo", destacou o dirigente rubro-negro.

Armando lembrou que o momento era especial. "É um instante de celebração, quando se materializa essa conquista significativa para o Sport", disse o candidato a governador. "As ações que fizemos foram extensivas aos outros dois grandes clubes, Santa Cruz e Náutico. Nos empenhamos pelo bem do futebol pernambucano", salientou Armando.

Humberto Costa salientou que, ao fechar o patrocínio com o Sport, a Caixa está "sendo respeitosa com o futebol de Pernambuco". O senador também lembrou, como Armando, que as gestões feitas pela bancada pernambucana no Congresso incluíram benefícios a Náutico e Santa.

Ao final, os jogadores Neto Baiano e Zé Mário posaram para fotos com os novos uniformes, já com o patrocínio da Caixa estampado.

Plano de governo de Armando defende avanço sustentável‏



Plano de governo de Armando defende avanço sustentávelCandidato ao governo de Pernambuco garante que educação é “a prioridade das prioridades”

O candidato a governador pela coligação Pernambuco Vai mais Longe Armando Monteiro (PTB) garante que a educação será tema prioritário de sua gestão. Ao lado do vice, Paulo Rubem (PDT), que tem militância histórica nesta área, Armando quer implementar em seu governo um "padrão pernambucano de educação".

Armando destaca que esta é a principal proposta do plano de governo que ele tem apresentado à sociedade pernambucana. O plano foi formatado a partir das mais de 5 mil sugestões colhidas ao longo das plenárias do projeto Pernambuco 14, que percorreu todas as regiões de Pernambuco para ouvir as demandas da população. O projeto reuniu mais de 26 mil pessoas em 14 plenárias.

“O Plano de Governo está aberto ao debate, à avaliação e às contribuições críticas de todos os cidadãos, para aprimorar suas proposições e, de forma realista, contribuir para direcionar nosso processo de desenvolvimento nos próximos anos”, afirma o texto. Uma das características do documento são as propostas dinâmicas e uniformes em seu conteúdo ao longo de 21 páginas.

Para Armando, a educação de qualidade, que permita a população continuar crescendo com o apoio do governo federal e um desenvolvimento equilibrado é um compromisso. “Educação é a prioridade das prioridades”, sublinha. Investimentos em infraestrutura, saúde e segurança também são tratados de maneira diferenciada, trilhando paralelamente à criação de um ambiente de negócios que possibilite o estabelecimento de um desenvolvimento que alcance diretamente a qualidade de vida das pessoas.

A seguir as principais propostas feitas pela coligação liderada por Armando Monteiro, que tem ainda os deputados federais Paulo Rubem Santiago (PDT) e João Paulo (PT) como candidatos a vice-governador e senador, respectivamente:

EDUCAÇÃO - “Desenvolvimento e cidadania pressupõem assumir com determinação o inegociável desafio de promover em Pernambuco uma verdadeira revolução na educação”, diz o texto.  Armando pretende criar uma ação integrada entre escolas, comunidade e governos municipais, estadual e federal para a implantação de um programa de qualidade no ensino e aprendizagem em todos os recantos de Pernambuco.

Dentre as propostas, a valorização e qualificação dos professores, melhoria, fortalecimento e adequação do ensino técnico em integração com o ensino médio (com a expansão da rede de escolas técnicas), adaptação da matriz curricular às peculiaridades de cada região, ampliação da rede de escolas de referência, além de reforçar o papel da Universidade de Pernambuco (UPE) nas cidades-polo por todo o Estado, em alinhamento à política de interiorização do desenvolvimento, um dos pontos mais defendidos por Armando durante as plenárias do projeto Pernambuco 14.

SAÚDE - No quesito saúde, o foco será na prevenção e no reforço do atendimento médico, hospitalar e no fornecimento de medicamentos. “Tratar da saúde significa também cuidar de forma integrada de temas essenciais como saneamento ambiental, abastecimento de água, esgotamento sanitário, enfrentamento ao número crescente de acidentes de moto e combate às drogas, como o crack”, elenca o documento.

A atenção básica será fortalecida, articulada com a parceria com o governo federal, por intermédios de programas como o Mais Médicos. A interiorização da residência médica e a oferta de cursos de medicina e de pós-graduação nos polos regionais também é encarada como prioridade, além da ampliação do número de leitos, das ações do Programa de Saúde da Família, aprimoramento da gestão da saúde e qualificação dos hospitais regionais.

SEGURANÇA – Apesar da redução no número de homicídios, recrudesce em todo o Estado a sensação de insegurança, devido ao aumento de crimes contra o patrimônio, como roubos, assaltos e sequestros. Para isso, o Pacto pela Vida – “Uma conquista a ser preservada, ampliada e fortalecida”, nas palavras de Armando Monteiro ­– deverá se tornar uma política de Estado e não “apenas um projeto de governo”.

Armando pretende investir em “tecnologia e inovação, na capacitação profissional e na adequação dos serviços e estruturas de segurança às demandas da sociedade, como é o caso, por exemplo, do combate aos crimes praticados no meio digital e informática”. A ampliação do efetivo policial, tanto na Polícia Civil quanto na Militar, é um compromisso firmado o documento, dando melhores condições de trabalho e de crescimento profissional aos policiais.

A política carcerária também receberá atenção especial, no sentido de tirar Pernambuco das manchetes negativas relacionadas às unidades prisionais do Estado. “Urge cuidar de uma política de humanização de cadeias e presídios”, destaca o plano de governo.

CULTURA – Para Armando Monteiro, “a promoção e a valorização da cultura são vitais para que Pernambuco vá mais longe nas políticas públicas de educação, saúde e segurança, para ampliar os níveis de qualidade de vida e fortalecer a cidadania”.

O financiamento da produção cultural é um aspecto importante e recebe tratamento diferenciado no plano de governo da coligação Pernambuco Vai Mais Longe. “É compromisso promover o diálogo e a articulação para avaliar o sistema estadual de cultura. O objetivo é fortalecer o planejamento e estimular a profissionalização do sistema, criar mecanismos para valorizar as variadas formas de expressão cultural”, destaca o texto, que também salienta a preocupação em alavancar a economia criativa.

MOBILIDADE – “A questão da mobilidade urbana é atualmente um dos temas mais importantes a serem tratados pelos governos”, reconhece Armando Monteiro. “Tem reflexo na qualidade de vida das pessoas, sobretudos usuários do sistema de transporte coletiva e impacta fortemente a produtividade do trabalho, sobretudo no Recife e na Região Metropolitana.”

Armando ainda enfatiza que o transporte coletivo deverá receber atenção prioritária, na formulação de um plano de obras de infraestrutura, de intervenções urbanas integradas e adequações em todo o complexo sistema, incluindo os diversos modais de transporte público.

ECONOMIA – A interiorização do desenvolvimento será, como Armando Monteiro, Paulo Rubem e João Paulo vêm afirmando nos discursos, um braço poderoso do processo de avanço de Pernambuco. “É importante promover a desconcentração da atividade produtiva”, resume o documento da coligação Pernambuco Vai Mais Longe.

“É prioridade ampliar e qualificar a infraestrutura de energia, recursos hídricos, transportes e comunicação, contemplando as necessidades e demandas regionais com atenção prioritária para os municípios e regiões produtoras”, destaca o candidato a governador. “A partir daí, é possível criar condições mais favoráveis e ir além, para estabelecer um ambiente de negócios com menor burocracia, uma política de impostos estimulante e realista e com uma melhor articulação envolvendo tanto o governo do Estado como as universidades, os institutos de pesquisa, de ciência e tecnologia, os organismos de representação da iniciativa privada, as prefeituras e o governo federal.”

A atenção e o apoio às micro e pequenas empresas são propostas do plano de governo de Armando e têm lugar garantido na lista de pontos essenciais. “É preciso um tratamento diferenciado, que deverá focar na redefinição dos mecanismos que aliviem os efeitos da atual política de substituição tributária”, afirma o Armando. O incentivo ao empreendedorismo e à economia criativa também terá atenção especial.

A modernização da gestão, com um novo modelo de administração pública, ganha ares de aspecto essencial no plano de governo de Armando. “Esse modelo se baseia na modernização e eficiência dos processos de gestão, na melhoria da qualidade do planejamento, formulação e execução das ações e políticas públicas com soluções inovadoras e racionalidade”, aponta o documento.


Geraldo Júlio, em 2012: “Quero anunciar a retirada de todos os cavaletes”‏



Geraldo Júlio, em 2012: “Quero anunciar a retirada de todos os cavaletes”
Em 5 de setembro de 2012, o então candidato a prefeito do Recife Geraldo Júlio, anunciou formalmente, em seu programa de televisão, que ouviu as pessoas e retiraria “de todas as ruas, praças e avenidas do Recife todos os cavaletes de campanha”. Mas o que ele prometeu e cumpriu naquela época, agora, como coordenador da campanha de Paulo Câmara, faz questão de se negar a promover.
 
“Olá, minha gente. Quero anunciar a vocês uma decisão importante que acabei de adotar. Iniciei a retirada de todos os cavaletes de nossa campanha majoritária, em todas as ruas, praças e avenidas do Recife. Fizemos isso porque ouvimos as pessoas e entendemos que, de fato, os cavaletes atrapalham a circulação e criam uma sujeira desnecessária. Esse tipo de propaganda é permitido por lei, mas nos perguntamos: por que não começar, agora mesmo, a cuidar da cidade, mantê-la mais limpa, respeitando mais os pedestres? Fica a sugestão de que os demais candidatos a prefeito nos acompanhem, contribuindo civilizadamente por um Recife melhor para todos”.
 
 
Coligação de Armando oficializa no TRE proposta para reduzir propaganda eleitoral.
 
Como forma de minimizar os transtornos causados pelo grande volume de publicidade nesta etapa inicial do período eleitoral, gerando em alguns casos incômodos à população, a coligação Pernambuco Vai Mais Longe protocolou, nesta terça-feira (15), no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE), uma proposta de acordo para que todas as coligações que disputam as eleições em Pernambuco neste ano reduzam as propagandas nas ruas do Recife e Região Metropolitana.
 
A medida vem após a carta aberta assinada pelo candidato a governador Armando Monteiro (PTB), nesta segunda-feira (14), endereçada ao candidato Paulo Câmara, que propõe um pacto para a retirada de cavaletes e bandeiras, além da redução do horário de circulação dos carros de som nas ruas da RMR, em respeito ao clamor da população.
 
O acordo proposto pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe foi apresentado ao juiz da Comissão de Propaganda do Recife, Alexandre Freire Pimentel, que comandou uma reunião com representantes jurídicos de várias coligações nesta terça-feira.
 
A sugestão foi rejeitada pelo advogado responsável pela coligação Frente Popular de Pernambuco, Carlos Neves, que se recusou a aceitar qualquer entendimento sobre o pacto proposto pela coligação encabeçada por Armando Monteiro.
 
Na reunião com a Comissão de Propaganda do Recife, o juiz Alexandre Freire Pimentel sugeriu estabelecer um rodízio na capital pernambucana para colocação do material publicitário pelas coligações.
 
O juiz informou que o plano é dividir o município em três blocos que concentram os principais corredores viários para expor as propagandas.
 
Segundo o juiz, o TRE vai obedecer às normas técnicas que versam sobre mobilidade urbana descritas na ABNT para fiscalizar a exposição dos materiais. Como os advogados da Frente Popular pediram um tempo de 24 horas para analisar a proposta, uma nova reunião será agendada nesta semana.